NO OLHO DA RUA (1998)
 Portada (click para ampliar...)
 Portada B (click para ampliar...)
 CD (click para ampliar...)
 Atrás (click para ampliar...)
 Interior (click para ampliar...)


01 - Socoroma (G. Delgado)
02 - La Barca (Roberto Cantoral)
03 - Pururunas (Hulises Hermosa)
04 - El Reloj (Roberto Cantoral)
05 - Danza (Carlos Morales)
06 - The Magnificent Seven (Elmer Bernstein) (Tema de "Sete homens e um destino")
07 - Bésame mucho (Consuelo Velázquez)
08 - Perhaps love (John Denver)
09 - Schmüke Dich, o Liebe Seele (Johann Sebastian Bach)
10 - Fiesta de San Benito (Popular Boliviano)
11 - The Sound of Silence / El condor pasa (Paul Simon / Alomias Robles)

Descargar (47Mb - www.megaupload.com)


Integrantes:
Carlos Lobo: Voz, Guitarras
Carlos Morales: Voz, Charango, Vientos, Arreglos musicales
Luis Gasparovic: Voz, Vientos
Javier Estigarribia: Voz, Vientos

DE OLHO NA RUA é segundo CD de VIENTOSUR, cujos arranjos compreendem desde os contagiantes ritmos latinoamericanos até temas da música erudita. O denominador comum desta seleção está na instrumentação típica e na qualidade vocal e instrumental do grupo.
VIENTOSUR existe há mais de 10 anos. Tocar na rua com certa freqüência (e incerto retorno), tem propiciado ao grupo um grande entrosamento artístico, além de uma invejável capacidade de sobrevivência. È formado por Carlos Lobo, Carlos Morales, Luis Gasparovic, e Javier Estigarribia (citados aqui em ordem cronológica exponencialmente decrescente). Eles moram no Brasil, país que adoram, especialmente pelo povo brasileiro: "Um povo muito hospitaleiro, apesar dos problemas hospitalares tópicos da América Latrina" afirman.
São musicalmente ecléticos, mostrando sua arte em praças, shoppings, ruas e teatros de várias cidades sudamericanas. Como artistas de rua, são obrigados a proteger-se de mau tempo e, especialmente, dos prognósticos meteorológicos. Ultimamente foram apelidados de Bichos del Paraná pelo público de Curitiba, cidade da qual constituem uma das atrações. No futebol, por puro ecletismo, torcem pelo Atletiba.
Contrários á violência musical -aquela praticada com as violas desafinadas- , recentemente aderiram ao pacifismo: "Foi por razões filosóficas ligadas ao elevado custo de manutenção dos instrumentos quebrados durante discussões", contam, com seu senso de humor, outra das características de VIENTOSUR, melhor apreciada nos palcos de teatro.
Com um raro senso comercial (que já os levou á falência varias vezes seguidas), eles lançam este CD, com um repertório cuidadosamente escolhido e de acordo com as preferências de público que, entusiasmado, para na rua para ouvi-los. Parte deste público simples-mente "de olho na rua"; a outra parte formada pelos que junto a eles estão: "no olho da rua".


Joanico di Salvo

Ficha Técnica

Gravado com Equipamentos Eletrõnicos
Discretos-Artesanais
Técnico: José Francisco de Paula (Chico)
Mixagem: Oscar e Luis
Foto: Catarina
Chefe de Vendas: Josué de Castro

Arte de Capa: Joanico di Salvo - Carlos Lobo - Simone Schwoelk
Agradecimentos: Lauro e Plínio - Diretoría do Sintel PR
Diagramma Comunicação Vi sual - 224-1559
Participação Especial: Denis Iurk



| DISCOS |


Copyright © 2009  -  VIENTOSUR  -  Todos los derechos reservados.